VEJO PEGADAS NA AREIA

Pegadas na Areia Vejo que há pegadas na areia. E agora não são somente minhas, mas também estou acompanhado. O que será daqui pra frente, somente o futuro pode responder, mas esse se torna muito interessante quando olhamos pra ele com otimismo e esse meu novo filho de um casamento virtual (por não ser uma mãe presente, mas não me refiro a você Ágatha). Porém conhecendo em partes minha mais nova companheira de jornada, entendo que dessa vez pode sim até ser um risco, mas vale a pena correr, porque ela é uma pessoa fantástica, ficamos tempos e tempos no telefone e sei que valerá a pena exprimir tudo isso que foi dito de forma escrita e sistêmica.

Será um caminho interessante Ágatha, como voce mesma disse, nossos vários leitores imaginários se fartarão de uma espécie de ponto de fuga para denominar qual a melhor maneira de se expressar usando palavras, que mesmo sendo frias na tela de um computador, conseguem expressar várias emoções, senão as cartas não teriam sentido, emails perderiam o valor e Power Points não seriam impactantes nas caixas de email. E as poesias então, sem valor, sem sentimento, sem um coração palpitando aqui dentro.

Eu sou uma pessoa simples, mas que se desdobra. Consigo alimentar várias faces do meu próprio eu, admito. Sou romantico, poeta, árbitro de atleta, técnico de informática, músico de cantar e tocar, leitor assíduo e escritor premiado(hehehehe), além de um bom amigo, filho e namorado.(Chega de rimas). Um enólogo iniciante, um blogueiro abandonado, um escritor de cartas e email, um viciado em internet, uma pessoa que não dorme em casa aos finais de semana, que abandonou a biblioteca pelos e-books da vida, que lêo Twitter todo o dia e participa de promoções por ele, além do clássico Facebook, onde tenho um perfil de Máfia, mas devido há um jejum bem objetivo, não jogo faz tempo(sniff). Sim, sou um ConnectHollic. Passo muitas SMS, compro pacotes, gasto meus créditos com ela, já namorei online, já tive uma tartaruga de estimação(pena que ela fugiu…hehehehe…), sou trombonista, concursado e um tio babão até falar que chega. E isso não é um décimo de mim, porque AQUELE que me criou é o Responsável por tudo isso ao seu tempo…Sou apenas uma espécie de fantoche para ELE. E me agrado disso.

Então senhorita Ágatha Bezerra, façamos pois um caminho trilhado, para que nessas pegadas quem sabe não possamos transformá-las em algo como um ponto de confissão, trocas de segredos privados, músicas surjam, opiniões sejam debatidas e o melhor, uma amizade se firme maior ainda. Eia…Vamos nessa…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s