Lento

Agora que você já encheu meus olhos de lágrimas, disse que só ficaria por ‘amor’ e me acusou de tanta inveracidade, posso te fazer uma pergunta?

Por que tem que ser amor? Com tanto sentimento no mundo, por que você veio cobrar de mim logo amor?!

É covardia da sua parte, vir com essa história de amor aos 10 minutos do primeiro tempo. Amor não é um tipo de moeda que se cobra de uma pessoa como ‘pagamento’ por passar determinado tempo com ela. Amor acontece, ou não, e nem por isso deixa de ser de verdade tudo que aconteceu.
Amor é companheiro do tempo, andam juntos… demoram juntos. Por falar em tempo, acredito que é esse nosso problema. Sofremos de incompatibilidade cronológica. Seu tempo é rápido, todo ele. O tempo de chegar, se aproximar, se apegar e conquistar um espaço, mas meu relógio é lerdo. Meu tempo passa preguiçoso igual dia chato. Eu preciso de mais horas e espaço para ele rodar um dia, alguns meses, alguns apegos.
Eu tento acompanhar o caminhar dos seus ponteiros e me vejo fazendo e (desculpe-me) dizendo coisas simplesmente para acompanhar o ritmo frenético dos seus sentimentos. Tudo para você se sentir seguro quanto o que sinto, massagear seu ego que precisa de hora em hora ‘me ver demonstrando algo’ e tentar fazer dar certo, afinal era esse o plano né?! Neste caso, é verdadeira suas acusações a respeito da inveracidade dos meus atos, porque quando preciso apressar meus passo para te agradar, você tem qualquer pessoa, menos o que eu sou de verdade.
Só que não dá mais para mim, pois viver correndo cansa. Meus ponteiros querem calma, espreguiçar de braços, ver a vista da janela sem que as árvores passem correndo. Isso é bom porque se o amor não chegar, ou demorar, a gente pode aproveitar diversas outras coisas boas que tem no caminho. E o caminho, acredite, é verdadeiro mesmo com outros sentimentos que, muitas vezes, magoam e ferem menos do que isso que você chama de amor.
Eu queria ser prepotente ou arrogante o suficiente para dizer que se você não quer assim a porta está aberta e você não está acorrentado, então a escolha é sua. Mas é que eu queria tanto que você não fosse embora, porque estar com você me faz bem. E, desculpe-me por não mentir, mas eu queria muito que você ficasse não porquê é amor, mas porque um dia, pode ser.

“Compositor de destinos
Tambor de todos os rítmos
Tempo, tempo, tempo, tempo
Entro num acordo contigo…
Tempo, tempo, tempo, tempo”
Oração ao tempo – Caetano Veloso

Anúncios

One thought on “Lento

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s