Ainda você.

Mói,

 je serai toujours chez toi, então desamarra essa cara e deixa de conversa que nossa história não acabou. Isso não fui eu quem decidiu, é a história que alguma força superior embutiu na gente e nós aceitamos de bom grado. Sei que tenho deixado tudo pra depois e que inclusive acabei deixando a gente pra mais tarde, mas não acabamos por isso. Ainda tem nossos filhos _ por falar neles, todos terão seu nome. Meio breguinha mesmo, mas venho de uma família com tantas Marias que a ideia até me parece natural_ e também tem o lance de envelhecer junto e todo aquele script de ‘um grande amor’ que escreveram quando nascemos. As coisas talvez só não corram como esperávamos porque tudo ficou mais difícil do que planejávamos, mas independente do quanto demorem o destino de todo rio é chegar no mar, e chegam!

Eu penso em você e nosso pseudocaso ainda é meu ‘relacionamento sério’, então para de sair por ai dizendo que acha que a gente acabou porque nós não fomos feitos para acabar. Nem hoje, nem nas próximas vidas. Sabe, andei pensando e quero mais duas vidas com você. Ando cansada e sem tempo, tudo é motivo para dormir um final de semana inteiro e eu estou com receio de que não vou poder aproveitar muito de você antes dos 60, então quero você nas próximas vidas. Quero ter a sorte pra te ter com tempo e jeito. Essa vida está corrida demais e parece que não vai mudar. Mói, se acostume que talvez quando a gente realmente tiver tempo pra gente vai ser aquela fase em que eu vou esconder sua dentadura atrás do filtro e você vai brincar de não me devolver minha bengala, mas outras vidas virão, então sorri pra mim porque eu te amo para todas elas.

Mói, não é má vontade, o tempo que sobra eu tenho usado para descansar, estou muito cansada e ocupada com a vida de gente grande, por isso não tenho estado presente. Por aqui a vida se resume de casa para o trabalho, do  trabalho para casa, vez enquanto rola um cinema rápido, corrido e cochilado. Você ainda tem aula dessa faculdade que não acaba nunca o que só me complica porque muito tarde já estou caindo pelas tabelas.

Pára de dizer que foi bom, mas acabou, porque Larissa já falou que empresta, pra gente casar, aquele vestido branco que usei na festa junina e você gostou. Por falar naquela noite, ela foi a única que a gente acertou, depois de lá foi só erro. E a gente erra bem demais para não termos sido feitos um para o outro. O casamento vai ter que ficar para o ano que vem, assim coincide com minhas férias. A gente podia casar na ‘cachoeira do Formiga’, é quente, é no fim do mundo e ninguém vai achar a gente, nem aquelas pessoas que fingem ser amigas só para atrapalhar nossa história que tá caminhando. Está sim! Acredite que mesmo com tanto tumulto tenho contado os dias para estar com você. Não precisa chamar ninguém, a gente leva só as meninas para servir de testemunha e arranja um padre por lá, mas nada de marcar horários, a gente acorda, se arruma e se tiver afim pagamos um guia, alugamos a caminhonete e casamos.

Olha, não acho a tal da crocs bonita, mas aquelas brancas que vez enquanto você usa fica um charme, então você poderia ir com elas e a calça preta justa que te ajudei escolher. Assim tá bom, não precisa de mais nada porque lá faz muito calor e ficar trocando de roupa dá uma preguiça tão grande que você nem imagina.

Depois a gente volta para essa rotina cansativa em que já vivemos, com você pode até não ser mais fácil, mas vai ser mais divertido e nós poderemos saber um do outro no fim do dia. Então Mói, só me perdoa a falta que tenho feito, as ligações que não faço, os poucos minutos que mensalmente, às vezes, te permito, mas é aquela história de ganhar a vida.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s